Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise.Saiba mais | Compreendi
 
 
 
 
Links Patrocinados
> > Cuidar do Cérebro, Optimizar o seu Desempenho

Cuidar do Cérebro, Optimizar o seu Desempenho

Data: 09/04/2014 Autor: Portal Código Postal

Relacionar-se com outras pessoas, divertir-se e até não fazer nada também são aspetos que levam ao melhor desempenho do seu cérebro.


Cuidar do Cérebro, Optimizar o seu DesempenhoDavid Rock, director do NeuroLeadership Institute, é autor do livro «Cérebro a trabalhar: Estratégias para ultrapassar distracções, recuperar a concentração e trabalhar todo o dia». Num artigo da Forbes, este autor lista um conjunto de sete aspectos que fazem com que o nosso cérebro funcione melhor.

Concentração

Focar-se num projecto é uma forma de pensar. Este é um exercício fundamental para a sua saúde mental.

Gerir o tempo

«Estar isolado é ainda mais perigoso do que fumar». É necessário ter uma vida social para além do trabalho para sermos mentalmente saudáveis. Aprenda a gerir o tempo de forma a conseguir conciliar todos os aspetos da vida.

Não fazer nada

Ler ou realizar uma tarefa banal, como limpar o pó, permite que a sua mente viaja e reflicta o que, por sua vez, faz com que o seu cérebro recupere e se concentre melhor.

Exercitar o pensamento

Reflicta sobre algo com profundidade indo ao fundo do problema. Faça algo que lhe permita pensar de forma profunda, isto permite ao seu cérebro reorganizar-se.

Divertir-se

Desfrute de um tempo com os seus amigos, veja uma comédia ou brinque com crianças. Divertir-se faz com que o seu cérebro relaxe e proporcione um ambiente favorável à criação de novas ligações entre neurónios.

Fazer exercício físico

Um estudo recente revelou que as pessoas são 23% mais produtivas nos dias que praticam actividade física. Quando nos exercitamos, activamos regiões do cérebro que só são activadas dessa forma, o que permite que outras funções do cérebro descansem.


 



Este artigo foi visto 1577 vezes.

Dossiers

Quer começar a vender a sério?
As vinte e cinco propostas mais úteis que já ouviu na sua vida.

Artigos publicados em 2016

Arquivo

» 2015
Artigos publicados durante o ano de 2015.

» 2014
Artigos publicados durante o ano de 2014.

» 2013
Artigos publicados durante o ano de 2013.

» 2012
Artigos publicados durante o ano de 2012.

» Editoriais Ciberforma
Antigos Editoriais do site Ciberforma Online

Artigos publicados:


Melhores prática na gestão de stocks
por Portal Código Postal
em 21/09/2017

Na grande distribuição e no setor industrial gerir o inventário de forma eficiente é um dos maiores desafios que podemos enfrentar. Apontámos aqui as quatro melhores práticas seguidas pelos gestores com a responsabilidade de assegurar que os materiais estão sempre disponíveis ao mais baixo custo.
Visualizações: 252


A chave para a felicidade no trabalho segundo Paolo Gallo
por Portal Código Postal
em 20/09/2017

Autor de «A Bússola do Sucesso», responsável pelos Recursos Humanos do Fórum Económico Mundial e professor na Universidade de Bocconi, Itália, Paolo Gallo tem uma ideia clara sobre o caminho para atingir a felicidade no trabalho.
Visualizações: 273


Trabalhadores independentes poderão ficar isentos de IRS em 2018
por Portal Código Postal
em 18/09/2017

O Orçamento de Estado para 2018 poderá introduzir a isenção de IRS para os trabalhadores independentes cujo rendimento mensal não ultrapasse os 632 euros.
Visualizações: 1 338


O Currículo perfeito, segundo o CEO da LinkedIn
por Portal Código Postal
em 15/09/2017

Jeff Weiner, líder da LinkedIn, afirma que a forma clássica de elaborar e avaliar currículos tem os dias contados.
Visualizações: 354


A geração millennial confia mais em aconselhamento digital do que humano
por Portal Código Postal
em 13/09/2017

Um relatório da Consultora Forrester indica que a geração millennial, com idades compreendidas entre os 18 e os 37 anos, prefere recorrer a dispositivos móveis e a ferramentas digitais para obter aconselhamento financeiro, procurando-o mais do que os seus pais o qualquer outro humano.
Visualizações: 264


Links Patrocinados
 
Ajuda para o Site | Apartados | Novidades | Fazer Publicidade Aqui
© 2007 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Links institucionais: Termos de Utilização | Privacidade | Sobre Nós | Contacto