Distrito de Lisboa

Área total: 2 761 Km2

O distrito de Lisboa é o mais habitado do país e está localizado no centro de Portugal. Corresponde à antiga província da Estremadura e uma pequena parte do Ribatejo. É constituído por 16 concelhos e 134 freguesias, ocupando uma área total de 2 761 Km2, somando uma população residente de 2 253 915 habitantes (dados de 2017).

  • Distrito de Lisboa - Localização do distrito de Lisboa no mapa de Portugal

O distrito de Lisboa é o mais populoso do país com mais de dois milhões de habitantes, cerca de 25% da população de Portugal. É constituído por 16 municípios que pertencem a três diferentes regiões da NUTS II: região de Lisboa, região centro e Alentejo.

Concelhos do distrito de Lisboa

Os concelhos do distrito de Lisboa são (lista ordenada por ordem decrescente de número de habitantes):

Município Habitantes Área (Km2) Densidade populacional (habitantes/Km2)
Lisboa 505 526 100,1 5 050,2
Sintra 384 992 319,2 1 206,1
Cascais 211 302 97,4 2 169,4
Loures 208 505 167,2 1 247,0
Amadora 179 056 23,8 7 523,4
Oeiras 174 737 45,9 3 806,9
Odivelas 156 956 26,5 5 922,9
Vila Franca de Xira 141 036 318,2 443,2
Mafra 82 935 291,7 284,3
Torres Vedras 78 609 407,2 193,0
Alenquer 43 390 304,2 142,6
Lourinhã 25 647 147,2 174,2
Azambuja 22 308 262,7 84,9
Arruda dos Vinhos 14 814 78,0 189,9
Cadaval 13 750 174,9 78,6
Sobral do Monte Agraço 13 352 52,1 198,7

Fonte: PORDATA (compilação de dados do INE)
Os dados desta tabela referem-se ao ano de 2017 (dados oficiais do INE)

Evolução demográfica

O distrito de Lisboa é dos poucos distritos portugueses que tem registado um aumento da população, desde sempre. Mesmo durante o período da guerra colonial, quando grande parte da população emigrou para França e Estados Unidos, o distrito de Lisboa cresceu em número de habitantes.

Ano Habitantes
1864 349 187
1878 415 057
1890 497 727
1900 565 560
1911 681 521
1920 743 496
1930 903 460
1940 1 054 731
1950 1 222 471
1960 1 382 959
1970 1 577 390
1981 2 069 467
1991 2 052 787
2001 2 136 013
2011 2 250 533
2017* 2 253 915

Fonte: CENSOS 2011 e anteriores (Instituto Nacional de Estatística)


voltar ao índice

Política

O distrito de Lisboa é o maior círculo eleitoral do país elegendo 47 deputados. É neste círculo que os partidos mais pequenos conseguem alguma representação parlamentar.

As últimas eleições legislativas, no dia 4 de outubro de 2015, resultaram na distribuição de 18 deputados para a coligação PAF (PSD e CDS), 18 deputados para o Partido Socialista, 5 deputaods para a coligação PCP/PEV, 5 para o Bloco de Esquerda e 1 deputado para o PAN.

Os deputados que representam o distrito de Lisboa na Assembleia da República são:

Partido Socialista (18 deputados)

  • António Costa
  • Diogo Leão
  • Edite Estrela
  • Eduardo Ferro Rodrigues
  • Graça Fonseca
  • Helena Roseta
  • Isabel Alves Moreira
  • João Soares
  • Joaquim Raposo
  • Jorge Lacão
  • Marcos Perestrello
  • Maria da Luz Rosinha
  • Maria Centeno
  • Miranda Calha
  • Pedro Delgado Alves
  • Sérgio Sousa Pinto
  • Susana Amador
  • Vitalino Canas

PPD/PSD (13 deputados)

  • Carlos Silva
  • Duarte Pacheco
  • Joana Barata Lopes
  • José de Matos Correia
  • José de Matos Rosa
  • Luís Marques Guedes
  • Odete Silva
  • Paula Teixeira da Cruz
  • Pedro Passos Coelho
  • Pedro Pinto
  • Pedro Roque
  • Sandra Pereira
  • Sérgio Azevedo

CDS-PP (5 deputados)

  • Ana Rita Bessa
  • Filipe Lopo D'Ávila
  • Isabel Galriça
  • João Rebelo
  • Paulo Portas

Bloco de Esquerda (5 deputados)

  • Isabel Pires
  • Jorge Costa
  • Jorge Falcato Simões
  • Mariana Motágua
  • Pedro Filipe Soares

PCP (4 deputados)

  • Ana Mesquita
  • Jerónimo de Sousa
  • Miguel Tiago
  • Rita Rato

PEV (1 deputado)

  • José Luís Ferreira

PAN (1 deputado)

  • André Silva

Fonte: Assembleia da República. Qualquer pedido de suspensão de mandato faz com que esta lista se altere ligeiramente. Verifique o estado atual em http://www.parlamento.pt/DeputadoGP/.


voltar ao índice


Resultados eleitorais (eleições legislativas)

Apresentamos, de seguida, uma tabela com os resultados eleitorais do distrito de Lisboa nas últimas eleições legislativas (desde 1999):

1999 2002 2005 2009 2011 2015 2019
PS 42,60% (23) 38,65% (20) 44,11% (23) 36,35% (19) 27,53% (14) 33,54% (18)
PSD 27,31% (14) 35,64% (18) 23,64% (12) 25,12% (13) 34,10% (18) 34,68% (18)
CDS-PP 8,53% (4) 8,46% (4) 8,23% (4) 10,98% (5) 13,78% (7) Col. c/ PSD
PCP-PEV 12,26% (6) 8,77% (4) 9,74% (5) 9,93% (5) 9,55% (5) 9,84% (5)
B.E. 4,89% (2) 4,65% (2) 8,76% (4) 10,81% (5) 5,72% (3) 10,89% (5)
Total deputados: 49 48 48 47 47 47 47

O valor entre parêntesis indica o número de mandatos atribuídos (nº de deputados).

Fonte: CNE - Comissão Nacional de Eleições

Aeroportos e vias de comunicação

O distrito de Lisboa, por incluir a capital do país, é o ponto zero das estradas principais de Portugal.

Ligações aéreas

O aeroporto que serve Lisboa sendo também o mais importante do país é o Aeroporto Humberto Delgado, também conhecido por Aeroporto de Lisboa ou Aeroporto da Portela.


Estradas principais

A estrada principal é a autoestrada A1, que liga Lisboa à segunda cidade do país, o Porto.

Para quem viaja de Lisboa para sul, para o ALgarve, a estrada principal é a autostrada A2.

A A5 permite subir, desde Lisboa, para norte pelo litoral (Oeiras - Estoril - Cascais).

A A6 liga o distrito de Lisboa ao interior desde o nó da Marateca, passando por Évora e Estremos, até à fronteira, perto de Elvas.

A A37, também conhecida pela Radial de Sintra, liga Lisboa a Sintra, passando pela Amadora, Queluz, e Cacém.


voltar ao índice

Lista de empresas do distrito de Lisboa

O setor dos serviços (setor terciário) é predominante neste distrito atingindo cerca de 79% de toda a atividade económica. O setor primário (agricultura, pescas,..) é quase inexistente atingindo apenas 1% da economia. A indústria transformadora representa 19%.

O setor do turismo tem crescido imenso nos últimos anos. Os quase 1000 anos de história de Portugal atraem turistas de todo o mundo que começam a sua descoberta em Lisboa.

Pode consultar aqui a lista de empresas com sede no distrito de Lisboa:

Lista de empresas do distrito de Lisboa

voltar ao índice

Hospital de São José - Lisboa

O distrito de Lisboa é servido por uma larga rede de hospitais com todas as valências conhecidas da medicina atual.

Hospital de São José em Lisboa

Hospital de Vila Franca de Xira

27/11/2007
Estrada Nacional Nº1, Povos, Vila Franca de Xira
Telefone: 263006500

Hospital Amadora Sintra / Hospital Prof Dr Fernando Fonseca

27/11/2007
Rua IC 19 - Venteira, Amadora
Telefone: 214348200

Centro Hospitalar de Cascais

27/11/2007
Avenida Brigadeiro Vitor Novais Gonçalves, Cascais
Telefone: 214653000

Clínica Europa - Serv. Médicos, S.A.

27/11/2007
Rua Catembe 107, Carcavelos
Telefone: 214569800

Espírito Santo - Unidades de Saúde e de Apoio à Terceira Idade, S.A.

17/02/2014
Avenida Marechal Teixeira Rebelo, 20, Lisboa
Telefone: 217104700

Lista completa dos hospitais do distrito de Lisboa


voltar ao índice

Ensino Superior no distrito de Lisboa

A academia de Lisboa é a maior do país. São várias as universidades públicas e privadas em Lisboa, tanto na cidade como também noutros concelhos do distrito.

Universidade Clássica de Lisboa

Algumas das instituições de ensino superior do distrito de Lisboa. Clique no link em baixo para obter a lista completa (instituições que constam da nossa base de dados):

Universidade Aberta

26/11/2007
Rua Escola Politécnica, 147, Lisboa
Telefone: 213916300

Universidade Nova de Lisboa

26/11/2007
Rua Campus de Campolide, Lisboa
Telefone: 213715600

Instituto Politécnico de Lisboa

26/11/2007
Estrada de Benfica, 529, Lisboa
Telefone: 217101200

Universidade de Lisboa

26/11/2007
Alameda da Universidade, Lisboa
Telefone: 217967624

Cifotie

26/11/2007
Rua António Pedro 111 - r/c, Lisboa
Telefone: 213570448

Lista completa das instituições de ensino superior do distrito de Lisboa


voltar ao índice

Locais a visitar

Lisboa é o local mais visitado do país. A cidade e o distrito estão recheados de monumentos e outros locais de interesse. Aqui estão apenas alguns:

Mosteiro dos Jerónimos

O Mosteiro dos Jerónimos, também conhecido por Mosteiro de Santa Maria de Belém, é um mosteiro português da Ordem de São Jerónimo construído no século XVI. Localizado na cidade de Lisboa é, desde 2016, um Panteão Nacional (local onde estão sepultadas figuras importantes da história e cultura portuguesas).

Mosteiro dos Jerónimos

Palácio da Pena em Sintra

O Palácio da Pena localiza-se na zona oriental do Parque da Pena. É constituído por duas alas: o antigo convento manuelino da Ordem de São Jerónimo e a ala edificada no século XIX por D. Fernando II. Estas alas estão rodeadas por uma terceira estrutura, em que se fantasia um imaginário castelo de caminhos de ronda com merlões e ameias, torres de vigia, um túnel de acesso e até uma ponte levadiça. É, sem dúvida, um dos mais belos monumentos portugueses.

Palácio da Pena, no alto da Serra de Sintra


voltar ao índice

Casino Estoril

Um dos mais carismáticos casinos portugueses, localizado no Estoril, município de Cascais, mantém um cartaz com espetáculos de grande qualidade.

Casino Estoril em Cascais

Palácio do Marquês de Pombal

Marquês de Pombal, ou seja, Sebastião José de Carvalho e Melo, nasceu em Lisboa, a 13 de maio de 1699. A ligação da sua família a Oeiras remonta ao ano de 1676, quando o avô paterno adquiriu as primeiras terras que estão na origem deste edifício.

No início do século XVIII, Paulo de Carvalho e Ataíde, seu tio paterno, mandou erguer um solar nestas terras e instituiu o Morgadio de Oeiras, que deixou em testamento a Sebastião José. O Morgadio permitiu dar início ao grande projeto da Quinta de Oeiras – um espaço de recreio e produção agrícola de grande escala.

Palácio do Marquês de Pombal em Oeiras


voltar ao índice

Convento de Mafra

O Palácio Nacional de Mafra é um conjunto arquitetónico barroco, formado por um Paço Real, uma Basílica e um Convento.

Mandado construir por D. João V para cumprir um voto de sucessão, o Palácio Nacional de Mafra é o mais importante monumento do barroco em Portugal.

Palácio Nacional de Mafra (Paço Real, Basílica e Convento)


voltar ao índice

Linha de Torres Vedras

A 20 de Outubro de 1809 iniciava-se o plano de defesa da capital portuguesa face à invasão das tropas de Napoleão Bonaparte.

Lord Wellington, então militar e político britânico, encarregou Richard Fletcher, engenheiro militar, de fazer o reconhecimento do terreno seguida de fortificação dos pontos mais sensíveis e defensáveis a norte de Lisboa. As fortificações provisórias, erguidas graças ao esforço de 150 mil portugueses, atravessaram as freguesias de Arruda dos Vinhos, Loures, Mafra, Sobral de Monte Agraço, Torres Vedras e Vila Franca de Xira. Nascia assim a primeira linha defensiva em Torres Vedras.


Linha de Torres Vedras (invasões francesas)

Parque Rural do Tambor (Azambuja)

É um local de atividades rurais ao ar livre. Uma quinta preparada para receber visitantes curiosos por saber como era o dia-a-dia de uma quinta com animais.


Parque Rural Temático Tambor na Azambuja

Chafariz de Arruda dos Vinhos

O Chafariz Pombalino de Arruda dos Vinhos foi considerado um edifício de interesse público em 2005. A sua construção data de 1789, apresentando influências pombalinas e barrocas na sua constituição. O chafariz é coroado com as armas de Portugal.


Chafariz de Arruda dos Vinhos


voltar ao índice

Códigos Postais do distrito de Lisboa

Os distritos não têm um código postal específico. Para conhecer os códigos postais de uma artéria (rua, avenida, etc) que se encontre na área do distrito de Leiria deverá selecionar o concelho respetivo e, a partir daí, selecionar a freguesia. A lista será então mais pequena e fácil de percorrer.

Poderá também utilizar a seguinte caixa de pesquisa. Coloque apenas o nome da rua que pretende, evite inserir o tipo de artéria (rua, avenida, praça), e evite igualmente inserir títulos (eng., duque, marquês, Doutor, etc.).

A sua pesquisa será circunscrita ao distrito da Guarda.

poderá ainda fazer pesquisas parciais. ex: 1000-1 ou 1200-21

voltar ao índice

Referências e bibliografia

As fontes utilizadas para a elaboração desta página são as seguintes:


voltar ao índice