Distrito de Braga

Área total: 2 673 Km2

O distrito de Braga corresponde a parte da antiga província do Minho, mais exatamente ao Baixo Minho, no norte litoral de Portugal. É constituído por 14 municípios que integram 347 freguesias ocupando uma área de 2 706 Km2 e habitado por 831 292 residentes (2017).

  • Localização do distrito de Braga no mapa de Portugal

O distrito de Braga é conhecido por ser o mais jovem de Portugal. É aqui onde nascem mais crianças e onde o número de residentes com menos de 14 anos de idade ainda é superior aos residentes com mais de 65 anos.

É também um distrito com uma forte dinâmica industrial, particularmente na indústria têxtil do Vale do Ave e, mais recentemente, nas novas tecnologias e na indústria do software. A Universidade do Minho muito tem contribuído para a reconversão dos tipos de indústrias do distrito.

Concelhos do distrito de Braga

Os concelhos do distrito de Braga são (lista ordenada por ordem decrescente de número de habitantes):

Município Habitantes Área (Km2) Densidade populacional (habitantes/Km2)
Braga 181 282 183,4 988,5
Guimarães 153 645 241,0 637,5
Vila Nova de Famalicão 132 123 201,6 655,4
Barcelos 117 345 378,9 309,7
Fafe 48 742 219,1 222,5
Vila Verde 47 032 228,7 205,6
Esposende 33 392 95,4 356,0
Vizela 23 750 24,7 961,5
Póvoa de Lanhoso 21 493 134,7 159,6
Celorico de Basto 19 264 181,1 106,4
Amares 18 165 82,0 221,5
Cabeceiras de Basto 15 889 241,8 65,7
Vieira do Minho 12 076 216,4 55,8
Terras de Bouro 6 524 277,5 23,5

Fonte: PORDATA - Braga (compilação de dados do INE)
Os dados desta tabela referem-se ao ano de 2017 (dados oficiais do INE)

Evolução demográfica

O distrito de Braga tem assistido a um crescimento da sua população em todos os census, nos últimos 150 anos. Os distritos do litoral foram o destino de muitos portugueses que não encontraram soluções para a sua vida no interior, onde o investimento público nas últimas décadas tem sido muito deficiente.

Ano Habitantes
1864 316 209
1878 328 134
1890 340 379
1900 358 183
1911 383 131
1920 378 145
1930 414 101
1940 487 674
1950 546 302
1960 596 768
1970 612 710
1981 708 924
1991 748 192
2001 831 366
2011 848 185
2017* 831 292

Fonte: CENSOS 2011 e anteriores (Instituto Nacional de Estatística)


voltar ao índice

Política

O distrito de Braga viu subir o número de deputados do seu círculo nas eleições de 2009. Neste momento é um círculo que elege 19 deputados à Assembleia da República.

As últimas eleições legislativas, no dia 4 de outubro de 2015, fizeram eleger 7 deputados para o PS, 8 deputados para o PSD, 2 deputado para o CDS-PP, 1 deputado para o bloco de esquerda e, finalmente, 1 deputado para o Partido Comunista Português (PCP).

Os deputados que representam o distrito de Braga na Assembleia da República são:

Partido Socialista (7 deputados)

  • Domingos Pereira
  • Hugo Pires
  • Joaquim Barreto
  • Luís Soares
  • Manuel Caldeira Cabral
  • Maria Augusta Santos
  • Sónia Fertuzinhos

PPD/PSD (8 deputados)

  • Clara Marques Mendes
  • Emídio Guerreiro
  • Fernando Negrão
  • Hugo Lopes Soares
  • Joel Sá
  • Jorge Moreira da Silva
  • Jorge Paulo Oliveira
  • Laura Monteiro Magalhães

CDS-PP (2 deputado2)

  • Telmo Correia
  • Vânia Dias da Silva

Bloco de Esquerda (1 deputado)

  • Pedro Soares

PCP (1 deputado)

  • Carla Cruz

Fonte: Site da Assembleia da República. Os pedidos de suspensão de mandato fazem com que esta lista se altere. Por esse motivo, verifique o estado atual em http://www.parlamento.pt/DeputadoGP/.


voltar ao índice


Resultados eleitorais (eleições legislativas)

Apresentamos, de seguida, uma tabela com os resultados eleitorais do distrito de Braga nas últimas eleições legislativas (desde 1999):

1999 2002 2005 2009 2011 2015 2019
PS 44,31% (8) 37,42% (8) 45,42% (9) 41,73% (9) 32,85% (7) 30,87% (7)
PSD 36,80% (7) 44,45% (9) 32,88% (7) 30,83% (6) 40,07% (9) 45,61% (10)
CDS-PP 8,84% (1) 9,27% (1) 7,82% (1) 9,68% (2) 10,39% (2) Col. c/ PSD
PCP-PEV 5,4% (1) 4,38% (0) 4,78% (1) 4,63% (1) 4,89% (1) 5,19% (1)
B.E. 1,17% (0) 1,68% (0) 4,61% (0) 7,82% (1) 4,22% (0) 8,80% (1)
Total deputados: 17 18 18 19 19 19 19

O valor entre parêntesis indica o número de mandatos atribuídos (nº de deputados).

Fonte: CNE - Comissão Nacional de Eleições

voltar ao índice

Aeroportos e vias de comunicação

Ligações aéreas

O aeroporto que serve o distrito de Braga é o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, ou seja, o Aeroporto do Porto (antes chamado de Aeroporto de Pedras Rubras) que se localiza muito perto do Porto.

Ligações ferroviárias

O distrito de Braga está relativamente bem servido em termos de ligações ferroviárias. A linha do Minho sai do Porto (São Bento ou Campanhã) em direção a Barcelos - Viana do Castelo - Valença ou Braga. Este «ou» refere-se a uma bifurcação na linha na Estação de Nine. Quem tem como destino a cidade de Braga tem ligação direta nalguns comboios (principalmente Alfas e Intercidades) e, em outros, terá que mudar de transporte.

Estação de comboios de Braga


Estradas principais

A3 – Autoestrada do Minho - Porto - Trofa - Braga - Ponte de Lima – Valença.

A7 – Atravessa o distrito de Braga do litoral para o interior. Póvoa de Varzim - Famalicão - Guimarães - Fafe - Cabeceiras de Basto - Ribeira de Pena - Vila Pouca de Aguiar.

A28 – Liga Esposende ao Porto, a Sul, e a Viana do Castelo, a Norte.


voltar ao índice

Lista de empresas do distrito de Braga

O distrito de Braga é caraterizado por alguma heterogeneidade, consequente, não só da diversidade territorial, como também e particularmente da diversidade pautada por uma certa dicotomia entre concelhos de matriz mais urbana (Esposende, Braga, Barcelos, Vila Nova de Famalicão, Guimarães e Vizela) e concelhos de cariz mais rural (Terras de Bouro, Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto).

Os municípios mais urbanos têm, neste distrito, uma relevante atividade industrial (setor secundário) mas já é o setor terceário que começa a dominar a economia.

Nos municípios mais rurais o setor primário (agricultura) ainda tem uma expressão significativa.

Poderá consultar aqui a lista de empresas com sede no distrito de Braga:

Lista de empresas do distrito de Braga

voltar ao índice

Hospitais do distrito de Braga

Aqui está uma lista com os principais hospitais, outras entidades de saúde, do distrito de Braga.

Hospital de Braga

Hospital de Braga

27/11/2007
Sete Fontes, São Victor
Telefone: 253027000

Hospital São José

27/11/2007
Praça José Florêncio Soares, nº 31, Apartado 120
Telefone: 253700300

Hospital de Esposende

27/11/2007
Avenida Dr. Henrique Barros Lima, Esposende
Telefone: 253969480

Hospital Santa Maria Maior, S.A.

27/11/2007
Campo República, Barcelos
Telefone: 253809200

Casa Saúde de Amares

27/11/2007
Largo D. Gualdim Pais 8, Amares
Telefone: 253909000

Lista completa dos hospitais do distrito de Braga


voltar ao índice

Ensino Superior no distrito de Braga

A Universidade do Minho é a instituição de ensino superior de maior relevo no distrito de Braga.

Universidade do Minho - Braga

Algumas das instituições de ensino superior do distrito de Braga. Clique no link em baixo para obter a lista completa (instituições que constam da nossa base de dados):

IPCA

26/02/2014
Campus do IPCA - Barcelos, Vila Frescaínha São Martinho
Telefone: 253802190

Universidade do Minho

26/11/2007
Largo do Paço, Braga
Telefone: 253601100

Esprominho - Escola Profissional do Minho, Lda.

26/11/2007
Avenida do Cávado, nº 48 e 54, S. Vicente
Telefone: 253679244

Minhosoft - Aplicações de Informática, Lda.

26/11/2007
Avenida 31 Janeiro 8/14, Braga
Telefone: 253215164

Empresa Municipal de Educação e Cultura de Barcelos - Etg

26/11/2007
Urb. Sardoal, Abade de Neiva
Telefone: 253808290

Lista completa das instituições de ensino superior do distrito de Braga


voltar ao índice

Locais a visitar

O distrito de Braga inclui alguns dos locais mais interessantes para visitar do país. Foi aqui que começou Portugal e algumas das povoações são mais antigas que a própria nacionalidade. Eis alguns exemplos:

Santuário do Bom Jesus em Braga

O Santuário do Bom Jesus do Monte situa-se em Braga, na freguesia de Tenões.

Este santuário católico dedicado ao Senhor Bom Jesus constitui-se num conjunto arquitetónico-paisagístico integrado por uma igreja, um escadório onde se desenvolve a Via Sacra do Bom Jesus, uma área de mata (Parque do Bom Jesus), hotel e restaurantes, e um funicular (Elevador do Bom Jesus movido a água).

Os escadórios que nos levam desde o sopé do monte até à igreja estão divididos em três lanços: O escadório do pórtico, indicando o brasão de armas do responsável pela sua construção (D. Rodrigo de Moura Teles, Arcebispo de Braga) e o ano da inauguração, 1723; O escadório dos 5 sentidos com 5 fontes representando cada um dos sentidos humanos (visão, audição, olfato, paladar e tato); O escadório das 3 virtudes, com 3 fontes representando a fé, a esperança e a caridade.

Imagem do escadório que leva à igreja do Bom Jesus do Monte, Braga


voltar ao índice

Castelo de Guimarães

O Castelo de Guimarães terá sido a residência do Conde D. Henrique e sua esposa, D. Teresa de Leão.

Foi neste castelo que D. Afonso Henriques, filho do entretanto falecido Conde D. Henrique, terá resistido às forças do rei de Leão, Afonso VII. Foi no campo de São Mamede, ao lado do castelo, que as forças de D. Afonso Henriques defrontaram as de D. Teresa, sua mãe (24 de junho de 1128). Foi esta vitória que iniciou o processo de criação de um novo reino, o Reino de Portugal.

Castelo de Guimarães - foi aqui que começou tudo!


Parque Nacional Peneda-Gerês

O Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG) abrange território de 22 freguesias distribuídas pelos concelhos de Arcos de Valdevez, Melgaço, Ponte da Barca (distrito de Viana do castelo), Montalegre (distrito de Vila Real) e Terras de Bouro (distrito de Braga).

A Vila do Gerês é uma aldeia turística, localizada no vale do rio Gerês, onde pode percorrer vários trilhos e sentir a natureza no seu estado mais puro.

Parque Nacional Peneda-Gerês


Paço do Conde de Barcelos

Classificado como Monumento Nacional, foi um castelo apalaçado, construído por Afonso I, Duque de Bragança. Hoje, em ruínas, faz parte do Museu Arqueológico de Barcelos.

Paço do Conde de Barcelos é, atualmente, o Museu Arqueológico de Barcelos


voltar ao índice

Castro de São Lourenço em Esposende

O Castro de São Lourenço foi construído por povos da Idade do Ferro, no alto de uma das elevações da arriba fóssil – uma cadeia rochosa que se desenvolve paralelamente à linha da costa atlântica.

Com a cristianização, a antiga acrópole foi substituída por uma capela – a capela de S. Lourenço.

Poderá visitar o Centro Interpretativo de São Lourenço, que se encontra junto ao castro, de forma a perceber melhor toda esta zona arqueológica.

Castro de São Lourenço em Vila Chã, Esposende (Distrito de Braga)


Barragem da Queimadela em Fafe

A Barragem da Queimadela criou uma albufeira com 11 hectares que oferece uma agradável praia fluvial. Tem também uma área de lazer com zona de merendas e condições para a prática de desportos náuticos.

Barragem da Queimadela em Fafe


Mosteiro de Santa Maria do Landim em Famalicão

A fundação do Mosteiro de Landim é do século XII com ocupação pela Ordem dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho. O mosteiro foi sofrendo alterações ao longo dos séculos alterando o seu estilo românico para uma reconstrução maneirista. A igreja foi restaurada em 2007.

Mosteiro de Santa Maria do Landim em Famalicão


voltar ao índice

Capela de Nossa Senhora da Orada em Vieira do Minho

A Capela da Nossa Senhora da Orada está situada no sopé da Serra da Cabreira, em Vieira do Minho. Esta localização proporciona-lhe uma envolvente natural de grande beleza.

Junto à Capela deparamo-nos com uma escadaria em pedra, um fontanário arquiepiscopal, a casa da confraria, um coreto, um palco, um cruzeiro e no alto do monte um Calvário que tem no meio um lago e ao fundo um crucifixo de grandes dimensões.

Capela de Nossa Senhora da Orada em Vieira do Minho (distrito de Braga)


Mosteiro de Santo André de Rendufe em Amares

Sabe-se que a igreja primitiva já existia em 1151. O mosteiro foi fundado por Egas Gome Pais de Penegate, tenente das terras de Regalados, Penela, Bouro e Rendufe e era considerado uma das principais casas dos monges beneditinos no país.

Ao longo dos séculos o mosteiro foi ampliado, mas as principais obras datam do século XVIII, como a construção da nova igreja e dependências conventuais, com destaque para a Capela do Santíssimo Sacramento.

Neste momento as ruínas do mosteiro foram concessionadas para um projeto turístico. A igreja está acessível ao público em geral.

Mosteiro de Santo André de Rendufe em Amares


Mosteiro de São Miguel de Refojos de Basto

O Mosteiro de Refojos de Basto era, inicialmente, governado por abades perpétuos, mas no reinado de D. Duarte passou a sê-lo por abades comendatários. D. João Pinto, Cónego regrante de Sta. Cruz de Coimbra foi o último abade comendatário e, por bula de S. Pio V, o governo do Mosteiro foi entregue a abades trienais.

O Mosteiro de Refojos de Basto auferia avultadas rendas, quase todas em Trás-os-Montes, que eram divididas a meio com a Casa de Bragança, por serem herança de Vasco Gonçalves «Barroso», que foi sepultado no Mosteiro. A Igreja do Convento foi reconstruída em 1690, ficando com duas soberbas e elegantes torres.

Com a extinção das ordens religiosas, em 1834, o Mosteiro foi desapropriado e, posteriormente, vendido pelo Estado.

Mosteiro de São Miguel de Refojos (Mosteiro de Refóios) em Cabeceiras de Basto


voltar ao índice

Códigos Postais do distrito de Braga

Os distritos não têm um código postal específico. Para conhecer os códigos postais de uma artéria (rua, avenida, etc) que se encontre na área do distrito de Braga deverá selecionar o concelho respetivo e, a partir daí, selecionar a freguesia. A lista será então mais pequena e fácil de percorrer.

Poderá também utilizar a seguinte caixa de pesquisa. Coloque apenas o nome da rua que pretende, evite inserir o tipo de artéria (rua, avenida, praça), e evite igualmente inserir títulos (eng., duque, marquês, Doutor, etc.).

A sua pesquisa será circunscrita ao distrito da Guarda.

poderá ainda fazer pesquisas parciais. ex: 1000-1 ou 1200-21

voltar ao índice

Referências e bibliografia

As fontes utilizadas para a elaboração desta página são as seguintes:


voltar ao índice