Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise.Saiba mais | Compreendi
 
 
 
 
Links Patrocinados
> > O mundo económico em 2050

O mundo económico em 2050

Data: 08/11/2012 Autor: Portal Código Postal

Um estudo do banco britânico HSBC tenta olhar para a economia global do amanhã e arrisca prever o mundo em 2050.


O mundo económico em 2050

O Departamento de Análise Global do Banco HSBC publicou um relatório que prevê a ascenção e declíneo das maiores economias mundiais nos próximos 40 anos.

Com o crescimento acelerado dos mercados emergentes, a economia global está a atravessar um período turbulento de mudança. Mas porque é que estas alterações ocorrem? E como ficará o mundo depois disso? São perguntas que os investidores fazem diariamente e que este estudo tenta responder.

Baseado na análise das trinta maiores economias mundiais por PIB, em 2050, as conclusões são as seguintes:

  • A produção mundial irá triplicar, sobretudo com o crescimento acelerado das economias emergentes. Em média, o crescimento mundial será de 3% por ano (maior que o crescimento de 2%/ano registado na década de 2000);
  • Em 2050, os países emergentes valem cinco vezes mais o seu actual PIB e, no seu conjunto, irão ultrapassar os países desenvolvidos;
  • Das 30 maiores economias, em 2050, 19 serão países que hoje chamamos «emergentes»;
  • A China irá destronar os Estados Unidos, que ficarão em segundo lugar, seguidos pela Índia;
  • A Inglaterra e Estados Unidos deverão manter a sua posição no ranking dos países mais ricos mas, os países com menos população da europa, e população envelhecida, serão certamente os grandes perdedores. A Suíça e Holanda descem bastante, e a Suécia, Bélgica, Áustria, Noruega e Dinamarca vão sair do ranking para dar lugar a países como Indonésia, Egipto, Malásia, Tailândia, Colômbia e Venezuela.

Se pretender consultar este estudo na íntegra por favor consulte: http://www.hsbc.com/1/2/about/in-the-future


 



Este artigo foi visto 2007 vezes.

Dossiers

Quer começar a vender a sério?
As vinte e cinco propostas mais úteis que já ouviu na sua vida.

Artigos publicados em 2016

Arquivo

» 2015
Artigos publicados durante o ano de 2015.

» 2014
Artigos publicados durante o ano de 2014.

» 2013
Artigos publicados durante o ano de 2013.

» 2012
Artigos publicados durante o ano de 2012.

» Editoriais Ciberforma
Antigos Editoriais do site Ciberforma Online

Artigos publicados:


Melhores prática na gestão de stocks
por Portal Código Postal
em 21/09/2017

Na grande distribuição e no setor industrial gerir o inventário de forma eficiente é um dos maiores desafios que podemos enfrentar. Apontámos aqui as quatro melhores práticas seguidas pelos gestores com a responsabilidade de assegurar que os materiais estão sempre disponíveis ao mais baixo custo.
Visualizações: 253


A chave para a felicidade no trabalho segundo Paolo Gallo
por Portal Código Postal
em 20/09/2017

Autor de «A Bússola do Sucesso», responsável pelos Recursos Humanos do Fórum Económico Mundial e professor na Universidade de Bocconi, Itália, Paolo Gallo tem uma ideia clara sobre o caminho para atingir a felicidade no trabalho.
Visualizações: 274


Trabalhadores independentes poderão ficar isentos de IRS em 2018
por Portal Código Postal
em 18/09/2017

O Orçamento de Estado para 2018 poderá introduzir a isenção de IRS para os trabalhadores independentes cujo rendimento mensal não ultrapasse os 632 euros.
Visualizações: 1 339


O Currículo perfeito, segundo o CEO da LinkedIn
por Portal Código Postal
em 15/09/2017

Jeff Weiner, líder da LinkedIn, afirma que a forma clássica de elaborar e avaliar currículos tem os dias contados.
Visualizações: 354


A geração millennial confia mais em aconselhamento digital do que humano
por Portal Código Postal
em 13/09/2017

Um relatório da Consultora Forrester indica que a geração millennial, com idades compreendidas entre os 18 e os 37 anos, prefere recorrer a dispositivos móveis e a ferramentas digitais para obter aconselhamento financeiro, procurando-o mais do que os seus pais o qualquer outro humano.
Visualizações: 264


Links Patrocinados
 
Ajuda para o Site | Apartados | Novidades | Fazer Publicidade Aqui
© 2007 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Links institucionais: Termos de Utilização | Privacidade | Sobre Nós | Contacto